ERROS EM EDITAIS DE TAQUIGRAFIA – A saga continua.

ALERJ mais uma vez é motivo de polêmica no meio taquigráfico, pois erra feio em edital exposto em http://fgvprojetos.fgv.br/concursos/alerj2016/especialista limitando acesso somente a quem tem curso de Letras Português, Libras e pedido de certificado registrado pelo MEC.

A Minuta de Vitória, documento que versa a maneira correta de avaliação de um profissional taquígrafo e que deveria ser amplamente usada pelas operadoras desses concursos de taquigrafia encontra-se no endereço https://www.facebook.com/groups/183097905197466/files/.

A Minuta de Vitória é um documento que foi elaborado por professores e profissionais taquígrafos, dentre eles destacam-se Professor Waldir Cury, Professor Eduardo Trevissan Duarte, Corina Lopes, Paulo Xavier dentre outros. E apresentado, como consta  na Carta de Vitória  https://notarium.wordpress.com/tag/vitoriaXIX Conferência Nacional dos Legislativos Estaduais  onde, sob a coordenação da União Nacional dos Taquígrafos  do Brasil– Unataq. , ocorreu o XVI Encontro Nacional de Taquígrafos Parlamentares e Judiciários   

O referido documento já foi enviado a operadora e esperamos resposta. A Unataq agradece o apoio dos estudantes de taquigrafia que apostam na profissão de taquigrafia e espera que continuem enviando mensagens para que eles possam ver o erro que cometem em nossos editais. O concurseiro que sentir-se prejudicado por essas aberrações deve enviar e-mail para o endereço concursoalerj2016@fgv.br e fazer sua reclamação. Quem sabe assim eles retifique o edital ora exposto com tamanhos erros esdrúxulos ao cargo a que se refere.

 

 

 

 

A VOZ DA TAQUÍGRAFA.

Não existe tecnologia que substitua um TAQUÍGRAFO.

* Maria Elisa Rebello – Taquígrafa

ELISATAQ

 

O Taquígrafo tem de aprender o método, estudar para saber montar um texto, passar para o papel o que o orador quis dizer, de maneira precisa e correta. Sabendo pontuar conforme o tom da voz do orador, conforme sua eloquência, sua maneira de falar. Para isso é necessário um preparo muito grande para adquirir essa técnica e essa PACIÊNCIA. Ele é treinado para suportar o peso das transcrições, treina o ouvido para ouvir corretamente e aprende a passar de forma técnica, profissional e com qualidade aquilo que taquigrafou e ouviu. Nada substitui a técnica da Taquigrafia em conjunto com um preparo muito longo para fazer um serviço com excelência. Aqui usamos uma maneira simples e sem custo e nós fazemos tudo, sem tecnologia de gravação avançada, nada. Tudo simples e funcional. O Som da Assembleia é que cede o ponto de gravação e a Assembleia não tem custo algum para isso.

*Maria Elisa Rebello – Taquígrafa Assembleia Legislativa de Curitiba/ Paraná – Brasil

 

CARTA DE ARACAJU (UNATAQ)

13325459_10207843952889300_7722638364405290373_nCARTA DE ARACAJU (UNATAQ)

De 1º a 4º de junho de 2016, No Auditório Padre Arnóbio Patrício de Melo na UNIT, Universidade Tiradentes em Aracaju, no Estado de Sergipe, XVII Encontro de taquígrafos parlamentares e judiciários de todo o País, IX Congresso internacional de Taquigrafia Parlamentar e Judicial, da Federação Ibero-Americana de Taquigrafia –FIAT, incluindo dois taquígrafos do Senado argentino, se reuniram com o apoio da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais – Unale – e sob a coordenação da União Nacional dos Taquígrafos – Unataq.

O tema do encontro deste ano foi “ A TAQUIGRAFIA COMO INSTRUMENTO PARA REGISTRO DA HISTÓRIA”

Em torno dessa tônica foi realizada uma mesa redonda com o tema A Taquigrafia Como Instrumento para Registro da História. Os trabalhos foram abertos pelo Presidente da Unataq-Br, Marcius Fernandes, que convidou para compor a Mesa os Colegas Argentinos, Alfredo Vitale e Raúl Salas  para debaterem sobre  a taquigrafia no seu país .
No período da Tarde foi iniciado com a palestra do Vereador e Ex-deputado Federal, Iran Barbosa, da Câmara Municipal de Aracaju, com o Tema: “A Importância Taquigrafia”. O mesmo falou sobre o trabalho desenvolvido pelos profissionais de taquigrafia no âmbito dos Legislativos e tribunais, ressaltando a importância da realização de concurso público para a categoria e fortalecimento da classe no âmbito nacional. aracaju

Depois houve a exposição da colega Adriana Araújo Martins Melo, Coordenadora do serviço de Taquigrafia do Superior Tribunal de Justiça, em Brasília, com o tema livre:  Realidades Regionais, onde abordou a experiência da taquigrafia naquele órgão, destacando a necessidade de que se faça constante divulgação dos serviços oferecidos pela taquigrafia e ampliando-os na medida do possível. Destacou, também um artigo do Regimento Interno daquele órgão em que consta: Prevalecerão as notas taquigráficas se o seu teor não coincidir com o do acórdão, o que demonstra a fé pública do nosso serviço e também sobre o Artigo 944 do Novo CPC; falou também sobre suas experiência na Assembleia Legislativa do Espírito a colega Mônica e logo após o colega Alexandre Liceski da Fonseca, da Câmara Municipal de São Paulo. Nesse debate ficou decido sobre a realização do Censo Taquigráfico 2016,  aprovado e deliberado em assembleia da Unataq e será liderado pela 1ª Secretária da Unataq-Br, Adriana Melo, tendo como membros: Marcius Fernandes ( SE), Mônica ( ES) , Corina Lopes (Pi) e Mariuza Carvalho( AC). Também ficou definido um estudo de transformação da Unataq em  Associação Nacional para que a entidade tenha mais representatividade.

No dia seguinte, o encontro foi restrito aos eventos promovidos pela Unale.

unale2016

ara

No último dia, as 9 horas foi a palestra do Assessor da Presidência da Câmara Municipal de Aracaju, Professor José Araújo Filho, versando sobre o Tema: “A Oralidade e a Escrita”.  Após a entrega dos certificados e dos encaminhamentos finais, foi encerrado o evento, ficando marcado o próximo evento 2017 na cidade a ser definida pela UNALE.

Marcius Fernandes
Presidente

 

RESULTADO DA PROVA DISCURSIVA, PROVA PRÁTICA DE APANHAMENTO DE TAQUIGRAFIA TRE PI

concurso-tre-pi-min
Foto :  VESTCON

CESPE/UNB – TRE PIAUÍ DIVULGA RESULTADO DE PROVA PRÁTICA DE TAQUIGRAFIA.

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO PIAUÍ (TRE/PI), torna públicos o resultado final na prova discursiva, para os cargos de Analista Judiciário, exceto para o cargo 3, o resultado final na prova prática de TAQUIGRAFIA, somente para o cargo 3, a convocação dos candidatos que se autodeclararam negros para verificação da condição declarada para concorrer às vagas reservadas aos candidatos negros, a convocação para a perícia médica dos candidatos que se declararam com deficiência, bem como a convocação para a entrega da documentação referente ao desempate de notas, para todos os cargos, referentes ao concurso público para provimento de vagas e formação de cadastro de reserva para os cargos de Analista Judiciário e de Técnico Judiciário do Quadro de Pessoal do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí. 1 DO RESULTADO FINAL NA PROVA DISCURSIVA, PARA OS CARGOS DE ANALISTA JUDICIÁRIO (EXCETO PARA O CARGO 3) 1.1 Resultado final na prova discursiva, exceto para o cargo 3, na seguinte ordem: cargo/área/especialidade, número de inscrição, nome do candidato em ordem alfabética e nota final na prova discursiva.

.1.1 CARGO 3: ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: TAQUIGRAFIA 10004798, Alissa Costa Viana, 3.90 / 10020274, Carlos Henrique Cabral Rodrigues, 1.74 / 10024777, Iane de Moraes Pires, 3.80 / 10018259, Jardiel da Silva Araujo, 1.87 / 10008399, Josue de Moura Junior, 3.19 / 10026015, Kauane Ribeiro Braga, 0.90 / 10007061, Maiara Santos Santana, 8.43 / 10002817, Polyana Saraiva da Silva, 6.87. 2.1.1.1 Resultado final na prova de apanhamento taquigráfico do candidato que se autodeclarou negros, na seguinte ordem: número de inscrição, nome do candidato e nota final na prova de apanhamento taquigráfico. 10020274, Carlos Henrique Cabral Rodrigues, 1.74.

 

CONFIRA NA FONTE:

http://www.cespe.unb.br/concursos/TRE_PI_15/arquivos/ED_8_2016_TRE_PI_15_RES_FINAL_DISC_FINAL_APANHAMENTO_TAQUIGRAFICO_E_CONVOCA____ES.PDF

ALES finalmente publica nomeações dos taquígrafos aprovados no concurso de 2011.

2939920-assembleia-ales
ALES  finalmente publica nomeações dos últimos  taquígrafos aprovados  no concurso de 2011 . O referido concurso teve validade prorrogada até até 23.3.16. Houve nomeações em 2012, duas etapas. Depois, 2013. E agora sai a lista final.
LISTA DOS NOMEADOS:

27 FLAVIO BUENO MARCONDES OLIVEIRA 21/03/2016 Aguardando posse

28 AMANDA NIBLAN MINARDI 21/03/2016 Aguardando posse

29 THIAGO CAMARGO LINHARES 21/03/2016 Aguardando posse

30 GERUSA AUXILIADORA ANGELI DA SILVA 21/03/2016 Aguardando posse

31 GABRIELA BOLZAN LEAL 21/03/2016 Aguardando posse

32 MARCIA GOMES LANA 21/03/2016 Aguardando posse

33 ROBERTO DUARTE DE OLIVEIRA 21/03/2016 Aguardando posse

34 ALESSANDRA GOMES 21/03/2016 Aguardando posse

35 LUCIA HELENA CAMPO DALL ORTO 21/03/2016 Aguardando posse

36 MICHELE FIGUEIRA DE PAULA SENA 21/03/2016 Aguardando posse

37 VANUSA SILVA COSTA 27/04/2012 TOMOU POSSE COMO PNE

38 AUREA DEMONER BRANDAO 21/03/2016 Aguardando posse

39 IZABEL SILVA LAURENCO 21/03/2016 Aguardando posse

Você pode conferir também  no DPL (Diário do Poder Legislativo ) de hoje e no menu concurso público do site da ALES. http://www.al.es.gov.br/novo_portal/